27 de out de 2008

O que é Malabares?

Jogar uma bola para cima é fácil, Duas bolas fazendo desenhos de um circulo gera uma euforia... “Nossa” diz a pessoa animada “sei fazer com duas bolas”.

Malabares, sempre aparenta ser mais difícil do que realmente é. O que se aprende, logo perde a novidade, passa a ser um entretenimento para os olhos de quem vê, mas para o próprio malabarista, um aperfeiçoamento para o próximo nível.

A vida como ela é... é por si só um grande jogo de malabares... Temos que, com apenas uma vida, dividir o tempo entre amores, obrigações, amigos e tempo para si próprio... possuir, não possuir, se desfazer, doar e ser o que realmente somos e por muitas vezes, tentar ser o que outros queriam que fossemos.

Somos vilões, vítimas, mocinhos e poetas. Em momentos diferentes ou até, no mesmo momento. Rindo, chorando, aprendendo, testando...

No entanto o que mais define a vida como um malabares, é por que muitas vezes não damos valor a nossas conquistas mais tempo que a euforia de ter conseguido. Logo depois passamos a ter novos focos e nossas conquistas, rapidamente se tornam mais interessante na visão de outras pessoas... Amadurecemos, criamos laços, aprendemos a amar...

Quando amamos passamos a jogar malabares com duas vidas... Confiando uma na outra para que o jogo nunca cesse... Uma dupla é extremamente necessária para que o jogo tenha um fluxo... É necessário confiança em primeiro lugar, paciência no segundo lugar e determinação.

Uma dupla não começa a existir com um jogo infinito de acertos, mas com muitos erros, discussões, intervalos por cansaço, tanto mental como físico. Paciência é o segredo. Insistência e determinação é o combustível para o sucesso.

Mas como de praxe, com a dupla perfeita, logo, aquilo se torna mais um truque, bonito para outros, saturado para quem faz. Nessa hora existem alguns vacilos que alguns cometem, procurar uma nova dupla para aprender um novo truque começando do zero ou se dispor de dialogar e motivar o outro alguém a se somar com ele.

O que é malabares?
Malabarismo é a arte de manipular objetos com destreza. Buscamos sempre manter o controle dos objetos no ar assim como em suas mãos, mas veja bem, na verdade não temos controle sobre nada... O mundo detém o controle, a gravidade que devolve a bola para o solo, no fim toda a busca de manter o controle vai terminar com a bola no chão ou repousando em nossas mãos. Quem vence quem perde? E na vida? Quem vence e quem perde?

Malabares... para mim soa como um reflexo da vida...
Nada mais que um simples jogo pelo prazer... onde nada se ganha e nada se perde. Começa no momento que desejamos e termina quando se deve terminar.
Uma mera brincadeira com mão, objeto e uma simbologia enorme por trás.

Não existem registros a cerca de quando surgiu, ou onde surgiu o malabares, mas dizem ter sido desde a antiguidade.


4 comentários:

  1. Concordo com você quando fala de trabalho em dupla com relação a malabares. Sabemos mais do que ninguém como é cansativo trabalhar em dupla e fazer com que a arte de bolinhas no ar seja encantador aos olhos dos espectadores... mas dá um trabalho!!!! Porém gratificante. Por mais que no final do espetáculo, tiremos a roupa apertada, a maquiagem e a dupla se desfaz. Cada um pro seu canto, mas ainda fica em nós vestígios de um momento único e inesquecível. Beijos

    P.S.: cometário de Deoh! esse meu email me persegue =p

    ResponderExcluir
  2. adorei leo, ficou lindo o texto, relacionar o malabares a vida muito legal ;P
    xero pra tuh!!!

    ResponderExcluir
  3. Adorei o texto.adicionei o teu blog na minha lista de blogs ta.
    meu blog eh
    www.nadaperdufa.blogspot.com

    ResponderExcluir
  4. ok ok, senhor leo, mas onde esta o passo a passo porfessor?

    vc é quente e letrista...

    ResponderExcluir

Ocorreu um erro neste gadget